© 2019 Argonautas.

  • Instagram Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon

ArgoLojinha - Rua Assis Chateaubriand, 68 - Fortaleza - CE

CPF. 855148963-15

Os produtos podem levar até 16 dias úteis para chegar ao destinatário

Ayrton Pessoa compositor, arranjador, violonista, pianista, acordeonista e cantor

Ayrton Pessoa Bob (1980, Fortaleza) é artista sonoro, compositor, bacharel em Filosofia (UECE), mestre em Artes (UFC), atua como instrumentista em apresentações e gravações de diversos grupos e intérpretes. É integrante do grupo Argonautas com o qual lançou, em 2009 o CD Interiores e conquistou dois prêmios Nelsons: Melhor Grupo de Música Popular Brasileira e Melhor Gupo Musical de 2003. Lançou em 2012 o álbum Manual Prático da Saudade. 

Costuma trabalhar com artistas de várias linguagens, principalmente artes cênicas, visuais e dança.

Entre as colaborações sonoras mais recentes para palcos estão: Restos Cavam Janelas (Comedores de Abacaxi, 2017), ZOOM (Luiz Otávio, 2016), Baldio (Pavilhão da Magnólia, 2015), Calígulas (Comedores de Abacaxi, 2015), Fatzer (Teatro Máquina, 2014), A Mão na Face (Grupo Bagaceira, 2013), Hamlet: Solo (Coletivo Soul, 2013) e Ivanov (Teatro Máquina, 2011). 

Rafael Torres compositor, arranjador, violonista, flautista e cantor

 

Nascido em 1981 em Fortaleza, estudou flauta-doce e musicalização com a professora Angelita Ribeiro entre 1986 e 1996, quando integrou o grupo de flautas Shalmy. Estudou piano com as professoras Cecília do Valle (88-91), Margarida Selma (95-96) e Duda di Cavalcanti (98). Foi também aluno do alemão Rainer Beckman (flauta-doce) e do mexicano Carlos Velásquez (violão). 

Em 1997 fundou o grupo Argonautas, com o qual exercitou composição e arranjo, realizou diversos shows pela cidade de Fortaleza, gravou o disco Interiores (2008) e conquistou dois prêmios Nelsons: Melhor Grupo de Música Popular Brasileira e Melhor Grupo Musical de 2003.

Atua na Escola de Música Angelita Ribeiro há mais de 10 anos, ensinando flauta, violão e canto.

Compôs música para as peças de teatro “Caio e Léo”, de Rafael Martins, “As Meninas”, adaptação de Lucas Sancho e Tércia Montenegro para a história de Lygia Fagundes Telles e várias outras esquetes, além de compor para esquetes de balé e apresentações de artistas plásticos. É formado em composição pela UECE (Universidade Estadual do Ceará), tendo estudado com Liduíno Pitombeira,  Alfredo Barros e Germán Gras (Argentina).

Igor Ribeiro baterista e percussionista

Natural de Fortaleza. Aos 11 anos começou a estudar bateria com o professor Gil Freitas, na Escola de Música Luiz Assunção. Posteriormente passou a estudar também percussão, de forma autodidata, expandindo seus horizontes musicais. Estudou também com mestres como Marcos Suzano, Pantico Rocha, Oscar Bolão, Ari Dias, Chico Batera, Luizinho Duarte, Carlinhos Crisóstomo e Bernardo Aguiar, entre outros.


Acompanhou e vem acompanhando em apresentações e gravações diversos nomes da música cearense, em que é bem atuante, bem como alguns nomes da música brasileira e mundial. Alguns deles são Margareth Menezes, Elba Ramalho, Waldonys, Espelhos (Portugal/Bélgica), Cláudio Nucci, Pantico Rocha, Adelson Viana, Lucinha Menezes, Tarcísio Sardinha, Marcos Lessa, Nayra Costa, Lorena Nunes, Caio Castelo, Falcão, Vitor Lopes, Márcio Resende, Breculê, Nigroover, Groovytown, Transacionais, David Duarte, Marcus Caffé, Melquíades, Lídia Maria, Lia Veras, Khalil Gibran, Jord Guedes, Marta Aurélia, Maruça Rodrigues, Mira Ira, Luizinho Calixto, Rodolf Forte, Jeférson Leite, Allysson dos Anjos, Felipe Cazaux, Moacir Bedê, Daniel Medina, Rebeca Câmara, Gustavo Portela, Grupo Murmurando, Giltácio Santos, Bloco Unidos da Cachorra, Bloco Sanatório Geral, Ayrton Pessoa, entre outros.


Em 2012 e 2015 foi convidado especial em Concertos da Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual do Ceará (OSUECE), sob regência do maestro Alfredo Barros, todos no Theatro José de Alencar. 
 

Ednar Pinho baixista

Natural de Fortaleza, iniciou seus estudos no violão aos 14 anos com o professor Júnior Batata. Prosseguindo seus estudos musicais, optou pelo contrabaixo, estudando com professores como Miqueia dos Santos (baixo elétrico), Wanderley Freitas (baixo elétrico) e Jerônimo Neto (baixo acústico). Atualmente é aluno de composição dos professores Alfredo Barros e Germán Graz (Argentina), na UECE (Universidade Estadual do Ceará).

Aos 19 anos passou a atuar profissionalmente no cenário musical cearense, integrando diversos grupos musicais e acompanhando múltiplos artistas cearenses, a exemplo dos grupos Cambará, Argonautas, Bossambar, Estamos Aí, dos intérpretes Marcos Lessa, Lorena Nunes, Fladiana Ruiz, Lidia Maria, Pedro Belim, Bruna Hetzel (RN), dos instrumentistas Natanael Pereira, Alisson Felix e do compositor Ayrton Pessoa.

Durante a sua trajetória, dividiu o palco com importantes nomes da música cearense, tais quais: Manassés, Luizinho Duarte, Thiago Almeida e Fabricio da Rocha.